Carnaval 2008


Folia e Animação em Poiares

A Câmara Municipal de Vila Nova de Poiares, preparou uma programação de Carnaval recheada de cor, alegria e animação. A abertura das festividades acontecerá amanhã, com o corso carnavalesco do Agrupamento de Escolas do Concelho, que desfilará pelas principais artérias de Poiares, enchendo as ruas de muita cor e alegria.

As brincadeiras e a folia continuarão na segunda-feira, dia 4, com o baile de Carnaval, marcado para as 22H00 na Casa do Povo, animado pelo agrupamento musical “Os Répteis”.

Na terça-feira de Carnaval, pelas 15H00, terá início o corso carnavalesco com os carros alegóricos das várias colectividades concelhias e, cerca das 16H00, acontece já o habitual concurso de Carnaval “O Melhor Mascarado”, a realizar no Jardim Santo André.

Numa época em que cada vez mais se vêem proliferar os ritmos brasileiros nos festejos carnavalescos dos vários municípios portugueses, a Câmara Municipal de Vila Nova de Poiares decidiu apostar na ‘prata da casa’, preferindo dar destaque aos valores da cultura e tradições poiarenses.  

“A Grelha” é o vencedor da Semana da Chanfana


Foi no restaurante “O Confrade” que decorreu, na terça-feira à noite, a cerimónia de atribuição do painel “Restaurante Recomendado”, que marcou o final da edição de 2008 da Semana da Chanfana.

O presidente da Câmara Municipal e juiz da confraria, acompanhado da mordomo-mor, do júri do concurso e de várias confreiras e confrades, receberam os representantes dos restaurantes participantes no concurso.

Na cerimónia estiveram presentes também representantes da Região de Turismo do Centro e da HR Centro – Associação de Industriais de Hotelaria e Restauração do Centro. O grande vencedor da edição foi o restaurante “A Grelha”, que se situa no Entroncamento de Poiares e ostentará o respectivo título de restaurante recomendado pelo período de um ano. O resultado foi apurado pelo júri do concurso, de acordo com os rigorosos critérios de avaliação, definidos em regulamento.

Jaime Soares, no seu discurso, fez um balanço “extremamente positivo da iniciativa, que conseguiu superar em muito o nível de participação do ano passado, ultrapassando a fasquia dos seis mil visitantes, vindos dos mais variados pontos do país propositadamente para degustar a autêntica e genuína chanfana que, não sendo um prato exclusivo de Poiares, assume no concelho a sua expressão maior”. Ou não fosse Poiares a “Capital Universal da Chanfana” e também “Capital Nacional do Artesanato e da Gastronomia”, marcas devidamente registadas junto do INPI – Instituto Nacional de Propriedade Industrial”.

Jaime Soares, na dupla condição de Presidente da Câmara Municipal e juiz da confraria, endereçou um agradecimento especial aos restaurantes participantes, “cujo empenho, qualidade de atendimento e, obviamente também, qualidade de confecção, tem permitido que ano após ano a “Semana da Chanfana” tenha granjeado um sucesso cada vez maior, levando cada vez mais longe a tradição, os costumes e os valores culturais e gastronómicos de Vila Nova de Poiares”.

Esta é uma iniciativa da Confraria da Chanfana, com o apoio da Câmara Municipal, em que a chanfana se assume como o centro das atenções, acompanhada de outras iguarias como o arroz de bucho, os negalhos e o célebre doce regional, o “Poiarito”.

As Lâmpadas


Sabia que as lâmpadas mais “gastadoras” de energia eléctrica vão ser mais caras a partir de Março?

Agora com uma taxa aprovada pelo governo português para incentivar a utilização racional de energia. O valor da taxa varia entre os 0,41 euros, no caso das lâmpadas incandescentes de utilização genérica com potência entre 15 watts(W) e 200 W, e os 6,77 euros no caso das lâmpadas de vapor de mercúrio de alta pressão sem iodetos, geralmente utilizadas na iluminação urbana e industrial, com potência entre 50 W e 1000 W

Projecto Inovador no Concelho


Autarquia discute criação do Centro Ambiental da Fileira Automóvel

O Presidente da Câmara de V. N. Poiares, Jaime Soares, promoveu uma reunião com o pró-reitor da Universidade de Coimbra, Fernando Guerra, procurando sensibilizar a instituição para a importância da criação no concelho de um projecto inovador no domínio da reciclagem e tratamento dos Veículos em Fim de Vida (VFV).

Na reunião, que se seguiu a outra realizada com o reitor da UC, Seabra Santos, foi discutida a possibilidade de instalação em Poiares de um Centro Ambiental da Fileira Automóvel.

No encontro estiveram também presentes dirigentes da empresa CH Business Consulting, responsável pelo estudo encomendado pela autarquia e que deu origem a este projecto, bem como a presidente da Associação de Desenvolvimento Integrado de Poiares (ADIP) e vários técnicos da autarquia.

Para o presidente da Câmara Municipal, “trata-se de um projecto que nasceu de uma profunda preocupação, em termos ambientais, para tratar de forma ecológica todos os resíduos da indústria automóvel”.

Mas seguiu também para “criar em Vila Nova de Poiares soluções para a problemática da gestão dos VFV, criando um cluster de empresas do sector, ligadas ao desmantelamento, reacondicionamento, comercialização e reciclagem de peças, componentes automóveis e sucatas em geral”.

“ Além de permitir o cumprimento das normativas e disposições legais e ambientais, permite uma melhoria significativa da rentabilidade das empresas, promovendo emprego e criação de riqueza”, referiu Jaime Soares, sublinhando que a isso se alia “um profundo respeito pelo ambiente e pelos valores ecológicos, fundamentais para um crescimento económico saudável e sustentado”.

No final da reunião, todos foram unânimes em considerar o projecto como fundamental e inovador, colocando a tecnologia de ponta ao serviço dos valores ambientais, não deixando de sublinhar que, além da Universidade de Coimbra, a participação de todos os comerciantes locais do sector é fundamental para garantir o sucesso.

Fonte: D.B.

 

Anedota


Novos Vírus Informáticos

Vírus Mónica Lewinsky
– Chupa toda a memória do seu computador.

Vírus Viagra
– Transforma o seu floppy disk num hard disk

Virus Woody Allen
– Ignora a Motherboard e passa a interagir com a Daughterboard.

Vírus Carlos Cruz
– Só ataca ficheiros de pequena dimensão.

Vírus BiBi
– Muito perigoso, ataca os seus ficheiros de pequena dimensão, e através do Outlook
fornece-os a outros utilizadores.

Vírus X-Files
– Todos os seus ícones começam a ganhar formas estranhas.

Vírus Bárbara Guimarães

– Não tem nenhuma função conhecida. Pensa-se que não faz nada,
mas fica bem no Desktop.

Vírus Mário Soares
– Guarda todos os seus dados, mas depois esquece onde os guardou.

Vírus Tallon

– O seu disco de 60 GB encolhe rapidamente para 40 GB, e depois muito lentamente
expande para os 120 GB.

Vírus Guterres
– É totalmente inócuo mas provoca lentidão no sistema e ineficácia,
porque o ambiente onde actua consome demasiados recursos.

Vírus Barroso
– Pode ser perigosíssimo.
A princípio não se sabe o que faz, onde está e sequer se existe, mas quando se dá por ele,
já é um Vírus que domina a Europa e tem pretensões a dominar o Mundo.

Vírus Santana Lopes
– Inconstante, salta dum lado para outro, permanece pouco tempo no sistema
e quando sai deixa tudo esburacado.

Vírus Sócrates
– A mais recente invasão nacional.
Instala-se no sistema para melhor o controlar e demora 10 anos até o Sistema se livrar dele…

Ajuda aos mais desfavorecidos do Concelho de V.N.Poiares


Poiares vai ter um banco de recursos a partir de finais de Janeiro, isto é, uma estrutura da Câmara de Poiares, em que envolve todas as instituições parceiras do Concelho local de Acção Social.É uma estrutura que se vai instalar num edifício preparado pela Câmara, no qual visa, na ajuda às pessoas do concelho mais desfavorecidas. É uma forma que a autarquia encontrou para ajudar as pessoas com fracos recursos, o qual promove também maior articulação entre as instituições as quais já prestam ajuda no terreno.

Um dos objectivos para a disponibilização de bens, como roupa e alimentos, a quem mais precisa e apoio na reabilitação de habitações, em especial as dos idosos, e pessoas portadoras de deficiência, através de pequenos arranjos e serviços domésticos, O banco de recursos irá ter uma equipa de voluntários.

A sua gestão será assegurada por uma associação a criar, sendo a sua promoção assegurada pela Câmara. Ainda sem data marcada, o novo espaço entrará em funcionamento para o fim de Janeiro.

Visite e divulgue


http://agirpelosanimais.blogspot.com/