Fotos da Festa de Alveite Grande 2008


Parque de Merendas das Medas já reabriu


Este local é um ex libris desta região de Poiares.

Um óptimo local também para se fazer um bom piquenique. Possui todas as infra-estruturas necessárias, grelhadores com churrasqueira, anfiteatro wc´s, mesas com sombras parque de estacionamento etc etc daqui podemos apreciar a vegetação e com ela passarmos bons momentos de lazer.
Quem ainda não passou por cá deve vir, não se vai arrepender.
No verão poderão fazer-se neste local grandes serões musicais e eventos de muita animação.
Há também quem aproveite e venha aqui saborear um bom almoço ou um bom lanche á boa maneira de piquenique respirando este ar puro.

Este Parque de Merendas abriu no fim-de-semana passado com serviço de esplanada, encontrando-se aberto durante a semana das 12H30 até às 02H00 da madrugada podendo ocasionalmente prolongar-se por mais tempo, e durante os fins-de-semana encontra-se aberto das 13H30 às 02h00 da madrugada.

São responsáveis por este bar/esplanada o Pedro Coimbra, Renato Queirós, e o Ricardo Soares.

Qualquer informação é só ir ao encontro deste belo espaço de lazer e contactar com os responsáveis.

Local: Junto ao restaurante “AS MEDAS”, situado na Estrada da Beira (N 17), entre as localidades de Alveite Grande e Venda Nova no concelho de V.N.Poiares.

. Bar Esplanada

. Música

. Petiscos

. E boa ONDA!

. Apareça.

Poiares promove curso de português para estrangeiros


Inscrições até dia 31 de Julho 2008.

Pretende-se facilitar plena integração dos cidadãos.

A língua é um veículo fundamental para a comunicação e um factor decisivo para a integração.

Por isso mesmo a Câmara Municipal de V.N. Poiares vai promover um curso de língua portuguesa para os estrangeiros radicados no concelho.

Este pressuposto geral é concretizado, no que á realidade do concelho de Vila Nova de Poiares diz respeito, com a «crescente procura da comunidade estrangeira», que aqui procura e encontra, no entender da autarquia, níveis de qualidade de vida e bem estar verdadeiramente exemplares». Razões que têm levado à existência de «um número significativo de estrangeiros a residir» no concelho.

Assim a Câmara  entendeu  que devia dar uma especial atenção a estes estrangeiros, promovendo a sua formação numa área que considera fundamental para garantir a sua integração da língua portuguesa.

O curso é especialmente dirigido aos estrangeiros com conhecimentos de língua inglesa, que correspondem à esmagadora maioria dos imigrantes que se encontram radicados no concelho de Vila Nova de Poiares. As aulas começam no dia 4 de Agosto, prolongando-se até ao dia 27, de segunda a sexta-feira, entre as 10H30 e as 12H00.

Os interessados em particular neste curso de língua portuguesa podem efectuar a respectiva inscrição, até ao final do corrente mês, no Espaço Internet do Município de Poiares.

Jaime Soares defende gabiões para Ribas


Autarca de Poiares contesta intervenção em Ponte de Ribas

A intervenção que está a ser feita num talude da Estrada da Beira, junto a Ponte de Ribas, está a ser contestada pelo Presidente da Autarquia de Poiares.

Na Estrada da Beira juntio a Ponte de Ribas, um talude quase vertical está a ser dotado de uma rede de protecção, substituindo a já existente, situação que levou ao descontentamento do presidente da Câmara de Vila Nova de Poiares, que defende uma solução mais duradoura.

De acordo com Jaime Soares, trata-se de “total e completo esbanjamento de dinheiros públicos”, acusando os responsáveis das Estradas de Portugal de insistir «em tratar do assunto com aspirinas de má qualidade, aquilo de que necessitaria de antibióticos». Trata-se de um talude escarpado, de onde caem pedras e outros detritos, situação que levou à colocação de uma rede protectora.

O autarca contesta que perante a necessidade de substituir aquela protecção, por outra igual, defendendo que deveria ser feita uma intervenção de fundo, com a regularização do talude e a colocação de gaviões (enrocamento), de forma a solucionar o problema de uma vez.

Fonte: D.Coimbra.

Inauguração do jardim à “raça” Poiarense


O enorme espaço verde foi na quarta-feira inaugurado junto ao Largo da Srª das Necessidades, dedicado ao povo poiarense e à sua “raça”.

Mesmo num dia de muito calor, os populares não faltaram à festa. Afinal, como referiu Jaime Soares, o jardim é para “eles”, os grandes obreiros de muita coisa maravilhosa que o concelho tem para oferecer.

Fez um apelo: “que sejam capazes de lhe dar o resguardo necessário e que o saibam preservar”, e lembrando que o jardim foi alvo de críticas relativas à plantação das palmeiras, por estas ainda não darem muita sombra.

O jardim representou o investimento de um milhão e 500 mil euros, 65 por cento dos quais comparticipados pelo III Quadro Comunitário de Apoio.

Nesta cerimónia inaugural, o presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro, Alfredo Marques enalteceu o dinamismo do concelho, não só pela construção do novo jardim, mas também por outras obras emblemáticas, destacou ainda que das candidaturas apresentadas pelo município ao QREN, quatro das que foram aprovadas, dizem respeito à área da educação, afirmando que se vai associar à luta de Jaime Soares na melhoria das acessibilidades a Coimbra e a outras cidades.

Jardim

Descerrar da lápide

Alguns populares

Alguns populares presentes

Discurso do Presidente da Autarquia Jaime Soares

Discurso do Presidente do CCDRC, Alfredo Marques

Jardim à raça poiarense vai ser inaugurado


O novo espaço verde de Vila Nova de Poiares, o jardim à Raça Poiarense, é inaugurado amanhã (Quarta-Feira).

Esta cerimónia decorre às 16H00 e estão anunciadas as presenças do presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro e o representante dos municípios na Unidade de Gestão da Região Centro do QREN, o presidente da Região de Turismo do Centro, presidente da Câmara de Poiares e diversos dirigentes das instituições do concelho.

O mais recente espaço verde de Poiares é dedicado ao povo poiarense e à sua “raça”, numa homenagem a um povo com uma elevada capacidade de trabalho.

Essa raça está caracterizada no monumento construído no centro da imponente fonte luminosa, que é composta por um lago, com vários jactos de água que se iluminam durante a noite. Além das muitas palmeiras e dos vários espaços relvados, com bancos que convidam a apreciar a beleza do jardim, a fonte tem três géisers, que projectam um jacto de água a alguns metros de altura.

O jardim tem ainda um espaço para acolher várias aves exóticas, um anfiteatro, para manifestações culturais, um bar de apoio e um parque infantil.

Este espaço está integrado num complexo desportivo e de lazer junto ao pavilhão gimnodesportivo, piscinas municipais, um court de ténis e um campo de futebol com relvado sintético.

Fotos da procissão da Rainha Santa Isabel em Coimbra


Filarmónica Fraternidade Poiarense

Estudantes Universitários

Escuteiros

Outros…

Filarmónica Adriano Soares de Coimbra

Confraria da Rainha Santa

Irmãos da Confraria envergando a capa vermelha tradicional

Andor da Rainha Santa Isabel

Rainha Santa

Sob o Páleo, o bispo D. Albino Cleto

Chegada a Praça 8 de Maio

Praça 8 de Maio

Helicóptero deixando cair pétalas de rosa sobre o andor

Colchas tradicionais nas varandas

Chegada ao Convento

Em Coimbra, procissão da Rainha Santa de regresso ao Convento


Milhares de fiéis acompanharam a Rainha Santa

A Imagem da padroeira voltou, ontem, ao Convento de Santa Clara-a-Nova. Aplausos agradecidos e as pétalas lançadas marcaram o percurso.

Estive por largos minutos na Rua da Sofia, até me integrar na procissão, quando o andor que transportava a imagem da Rainha Santa Isabel, desceu da igreja para a rua marcava o relógio 18H05, eram milhares os que integraram o “cortejo” e outros tantos a assistir.

Assim que se começou a ouvir o som do metal que protege o fundo das varas que ajudam os homens a apoiar o andor que pesa cerca de 1 (uma) tonelada, quando este pára e enquanto caminham, a bater no chão, algumas pessoas não contiveram as lágrimas.

O som compassado começava a despertar a curiosidade das milhares de pessoas(fiéis), a fixarem os olhos no fundo da rua para localizar o andor que transportava a imagem.

Depois dos aplausos, do lançamento de pétalas de rosas e dos sinos a tocar a rebate a Rainha Santa estava em marcha rumo ao convento, local de onde, de dois em dois anos, sai durante quase três dias para se “mostrar”na Igreja da Graça.

Foi impressionante os milhares de pessoas que ocupavam todas as sombras possíveis e impossíveis as quais foram esgotadas cedo, com os bancos de fácil montagem e transporte a marcarem o lugar, aqueles mais esquecidos para reparar o deslize tinham que pagar por dois cinco euros.

Com os escuteiros a organizar bem as filas, uma de cada lado da rua, a procissão seguiu num bom ritmo, com a GNR montada a cavalo, com a confraria da Rainha Santa ocupando os primeiros lugares, quando de repente e espanto meu vejo também a Filarmónica Fraternidade Poiarense (aqui do nosso Concelho), a confraria de São Sebastião, a de Santa Joana Princesa, a de Beata Teresa de Lorvão e a de Santa Mafalda bem como a de Nossa Senhora da Boa Morte e a do Senhor dos Passos, docentes e estudantes universitários também tiveram lugar na procissão, lá mais atrás vinha sob o páleo, o bispo D. Albino Cleto.

Quando chegou a meio da Ponte de Santa Clara, um helicóptero lançou pétalas de rosas sobre a imagem ao som de aplausos agradecidos, num momento que marcou o percurso.

Viam-se pessoas descalças, de joelhos, outras com velas na mão, isto tudo promessas, viam-se câmaras de vídeo, máquinas fotográficas, telemóveis a registarem o momento para mais tarde recordar.

O andor todo enfeitado por cravos brancos e rosas, isto por alusão ao fenómeno que tornou a Rainha Santa muito célebre, o chamado milagre das rosas-amarelas, o andor passou por janelas e varandas enfeitadas com as tradicionais colchas com imagens em miniatura da Rainha Santa.

A procissão terminou já perto do anoitecer, junto ao convento onde milhares de pessoas esperavam o andor além das que seguiam na procissão.

Foi uma experiência única ter participado na procissão…com esta grandeza.

Cartaz da Festa de Alveite Grande 2008 em Honra de S.Tiago


A NORTMUSIC

A orquestra NortMusic foi fundada em 1992 e desde então tem realizado espectáculos por todo o país e estrangeiro. A sua aposta é sem dúvida levar ao público um espectáculo diversificado capaz de agradar às diferentes faixas etárias. A sua formação inclui: – 3 vozes femininas – 2 vozes masculinas – Bateria – Baixo – Guitarra – Teclados – Saxofone – Trompete – Trombone – Violino – Concertina, Bandolim, Cavaquinho O espectáculo da Orquestra NortMusic baseia-se num repertório muito variado que se enquadra perfeitamente em vários eventos e é trabalhado juntamente com uma equipa de técnicos de som e luz para assim se obter diferença e qualidade.

Percurso alternativo na Estrada da Beira


Os semáforos de longa espera instalados na Estrada da Beira por causa das obras ali existentes na Variante de Foz de Arouce foram, finalmente substituídos existindo agora dois percursos alternativos um em cada sentido, para quem circula na zona das obras.

Já ia para três meses sem que este problema estivesse resolvido.

Fica aqui um agradecimento ás entidades competentes, Um Obrigado!

Aviadores recordados e homenageados


SERRA DO CARVALHO Força aérea não esquece momento histórico

A cerimónia evocativa que assinalou o dia do maior acidente táctico da Força Aérea há 53 anos juntou populares, familiares e diversas entidades.

Ontem, por volta do meio-dia, quatro aviões da Força Aérea Portuguesa sobrevoavam o céu sobre a Serra do Carvalho, aqui no concelho de Poiares. Ouviam-se os trompetes dos militares com uma música solene, enquanto eram depositadas coroas de flores no monumento ali existente no cimo da serra.

Foi mais uma homenagem aos 8 pilotos que há 53 anos perderam a vida neste local, quando os aviões em que seguiam se despenharam contra a serra, foram oito dos doze aviões que, supostamente por causa do nevoeiro ficaram reduzidos a destroços. Tudo aconteceu a 1 de Julho de 1955, precisamente na data em que a Força Aérea Portuguesa assinalava o Dia da Aviação.

Todos os anos, os oito pilotos são lembrados pela FAP e pela Câmara M. de Poiares, através de uma missa campal no local do acidente e da deposição de flores no monumento de homenagem aos pilotos.

Militares, familiares dos pilotos e populares assistiram ontem à cerimónia carregada de emoção e cultura institucional, e que ano após ano, não faltam à homenagem, demonstrando já um bom entrosamento entre as cerimónias militares e a população.

No local encontra-se uma pequena capela que foi erguida pela autarquia, em nome de Nossa Senhora do Ar e, para perpetuar a memória dos pilotos falecidos, foi também erigido um Cruzeiro, estando ainda previstos outros melhoramentos no local do acidente.

Farmácias de Lousã e Vila Nova de Poiares receberam prémios VALORMED


O Teatro Tivoli, em Lisboa, foi ante ontem palco da cerimónia de atribuição dos Prémios Valormed 2007, um evento que, pelo sexto ano consecutivo, simbolicamente premiou as farmácias que mais se distinguiram na adesão ao Sistema Integrado de Gestão de Resíduos de Embalagens e Medicamentos fora de uso (SICREM), um projecto que visa aliar a saúde ambiental à saúde pública.

Pela sensibilização e motivação da população, Lousã e Vila Nova de Poiares foram representadas pelas farmácias FONSECA e SANTO ANDRÉ e homenageadas perante o sector, recebendo pelas mãos de Fátima Lopes, um novo ímpeto para de forma ainda mais determinada, ampliar a mensagem “Habitue-se a esta ideia”.

Com a especial participação de Fátima Lopes, embaixadora da campanha Valormed de 2008 – “Habitue-se a esta ideia,” marcaram presença Vasco Maria, presidente do Instituto Nacional da farmácia e do Medicamento (INFARMED, Lurdes Correia, da Agência Portuguesa do Ambiente, bem como os presidentes da ANF, APIFARMA, GROQUIFAR e FECOFAR.

Das 2.748 farmácias aderentes ao SICREM (Nada menos do que 98 por centro do total de farmácias do país), 46 viram assim na 2ª Feira, o seu trabalho destacado da melhor forma, com galardões que premeiam a sensibilização que providenciam ao público e as quantidades recolhidas de resíduos de embalagens e medicamentos fora de uso.

De acordo com José Carapeto, Director Geral da Valormed, “Este é um evento importante através do qual pretendemos reconhecer publicamente a acção do cada vez maior nº de farmácias amigas do ambiente no país”.

Na semana em que se assinala o Dia Mundial do Ambiente, a Valormed contemplou assim, de forma simbólica, a realização de um dos seus eventos mais importantes do ano.

Uma das várias iniciativas em curso, com nova vaga de comunicação com vista à maior sensibilização do público em geral.

Fonte D.B.

Concerto da Filarmónica Fraternidade Poiarense


Complexo desportivo das Piscinas Naturais da Fraga volta a abrir ao público


Complexo de piscinas naturais da fraga, vai voltar a abrir supostamente este mês, após alguns anos de inutilização pelo que as gentes da região centro podem voltar agora a passar bons momentos. Estão a decorrer alguns trabalhos de reparação e limpeza.