Serrabulhada em Alveite Grande


Apareçam e tragam amigos...vai prometer.

Imagens da chegada dos DownHillers da Avalanche Licor Beirão 2011, 10ª edição, na Serra da Lousã


Local da chegada junto á nave de exposições

F.Pardal, campeão nacional de Down Hill, 1º a chegar á meta.

Cláudio Loureiro e Hélder Padilha no 2º e 3º lugar com F. Pardal a assistir.

Rui Couto com o nº 10, em 8º lugar.

Aquele abraço de Ivo Padilha a Pardal.

Carlos Castro em 11º lugar.

Clã Padilha com oferta desta motocicleta.

Constança Bandeira do Montanha Clube conquistou o 1º lugar em femininos na sua terra a receber o prémio..

As 6 primeiras classificadas.

Os 9 primeiros classificados, com Francisco Pardal a festejar...

Vai um Licor Beirão?

Francisco Pardal com a camisola de vencedor desta 10ª edição da Avalanche Licor Beirão.

Os amantes do Downhill tiveram durante o fim-de-semana mais uma jornada de adrenalina, convívio e muita diversão, com a realização de mais uma edição (a 10ª) do Avalanche Licor Beirão.

Francisco Pardal em masculinos e Constança Bandeira em femininos, foram os grandes vencedores da prova que é considerada a maior descida colectiva na modalidade realizada na Península Ibérica. Ao longo dos 13 km do percurso, a partida é feita do Trevim, ponto mais alto da Serra da Lousã (1200m), os mais audazes ganham posição nos chamados estradões, de forma a chegarem aos trilhos mais apertados, os chamados (singletracks) sem engarrafamentos e assim perderem o menor tempo possível.

Na zona de chegada, junto á Nave de Exposições da Lousã, os espectadores aguardavam com ansiedade o aparecimento dos atletas e 19 minutos e 8 segundos após a largada os primeiros classificados apareceram com Francisco Pardal a liderar a comitiva, seguido de Cláudio loureiro e Hélder Padilha.

Ano após ano a iniciativa tem registado um aumento significativo de participantes e nesta edição voltou a surpreender, com 550 inscritos, 30 dos quais oriundos de Espanha.

Nuno Martins, membro da organização, mostrou-se extremamente satisfeito pela forma como decorreram os dois dias de prova, destacando a alteração de percurso, uma vez que o traçado proporcionou aos atletas grandes doses de adrenalina e de rara beleza.

“ O nosso objectivo foi o de criar novas emoções. Existem muitos participantes que já disputam o Avalanche há alguns anos e se não formos renovando o percurso começamos a cair na rotina”, realçou.

A vertente competitiva, apesar de ter o seu peso, não é a mais importante, já que proporcionar aos amantes do Downhill um dia de convívio e diversão, também se revelam aspectos determinantes.

Os dois vencedores estavam naturalmente felizes no final de mais uma alucinante descida. Francisco Pardal já algum tempo tentava ganhar esta competição e depois do 3º lugar em 2010, este ano a vitória acabou por sorrir ao actual campeão nacional, “foi uma descida dura, o pó dificultou a tarefa mas felizmente consegui alcançar os meus objectivos”, disse o corredor no final da prova.

Já Constança Bandeira, do Montanha Clube, revelou-se muito orgulhosa por conquistar o 1º lugar em femininos na sua terra e numa prova da importância do Avalanche.

O Montanha Clube, organizador da iniciativa, montou o “centro de comando” junto á Nave de Exposições e, diga-se, que nada faltou aos concorrentes e espectadores. Desde dispositivos de segurança, assistência médica e expositores de algumas marcas ligadas ao Downhill, nada faltava na zona de chegada dos atletas.

Segundo informação oficial nenhum corredor necessitou de grandes cuidados médicos, apenas alguns primeiros socorros devido a pequenas quedas, sinal de que a prova decorreu dentro do previsto.

D.C