Maitê Proença no seu pior!


Maitê Proença gera protestos

Um insulto para o povo português e brasileiro residente em Portugal!

Tinha muito carinho por ela, desde a sua exposição na Playboy, como actriz e como pessoa, mas agora…

Anúncios

O novo homem mais alto do mundo


Record do Guiness

O Homem mais alto do mundo é hoje o Turco Sultan Kösen com (2.465) – O Ucraniano Leonid Ivanivych (2.46) e o Chinês Bao Xishun (2.36), antigos recordistas mundiais já eram.

O turco Sultan Kösen, que com 2,465 metros é o homem mais alto do mundo, explicou à um mês atrás em Londres que o seu sonho é encontrar o amor. O jovem de 26 anos tem ainda as maiores mãos (27,5 cm) e os maiores pés (36,5 cm de comprimento) do mundo, segundo o livro dos recordes Guinness. Kösen tem mais dez centímetros do que o chinês Bao Xishun, que mede ‘apenas’ 2,36 metros. A sua altura deve-se a um tumor que impediu que o seu crescimento parasse. O tumor foi retirado, mas o crescimento só parou há um ano. Falando da sua recente popularidade, Kösen disse esperar que ela o ajude a realizar os seus sonhos: “Viajar e ver o mundo e ter um carro adaptado à minha altura.” Mas o seu “maior sonho” é casar “e ter filhos”.

Apresentação dos candidatos pelo PS em V.N.Poiares


Apresentação – São Miguel de Poiares

Listas dos candidatos do PS para a Câmara Municipal de Vila Nova de Poiares, para a Assembleia Municipal e para a Junta de Freguesia de São Miguel de Poiares

Jaime Soares e a líder do partido Manuela Ferreira Leite


https://i2.wp.com/www.ionline.pt/adjuntos/102/imagenes/000/088/0000088561.jpg

Por: Paulo Novais/Lusa

Em directo do Paleolítico

Nas autarquias as pessoas são mais importantes que os partidos. Algumas perpetuavam-se no poder e são autênticos casos de estudo.

A wikipédia informa que Vila Nova de Poiares é uma vila portuguesa localizada no distrito de Coimbra, Região Centro. Pacata e ordeira como toda a Região Centro – uma zona do país que se caracteriza pelos seus hábitos radicalmente moderados (acredite que nunca um escândalo ou uma pouca-vergonha saíram das gentes da zona centro), Vila Nova de Poiares tem uma população de 7457 habitantes, segundo números do último censo (de 2006).

7457 habitantes que não são, longe disso, todos iguais em importância. Há pelo menos um poiarense que se tem elevado mais que os seus conterrâneos, que conseguiu mais visibilidade e estatuto. Trata-se do presidente da Câmara: o social-democrata e deputado Jaime Marta Soares, conhecido sobretudo por ser o mais antigo dinossauro do poder local. Já passaram 33 anos. Na verdade, é justo, é mesmo mister reconhecer que Jaime Soares representa um caso de estudo na política autárquica. Ele que vai a votos outra vez no domingo, certamente num fastio de fim-de- -semana, lidera desde 1974 o presente e o futuro de Vila Nova de Poiares. Ao todo já cumpriu nove mandatos sem interrupções. Se agora está prestes a começar o último que a lei permite, é só porque a Constituição se lembrou de proibir a renovação infinita dos cargos executivos. Caso contrário, poderíamos continuar a ver Jaime Soares ancorado ao cargo para sempre. Para quem não deixou de maldizer a proibição, vontade não lhe faltava.

Quem um dia quisesse estudar o que sucede a uma pessoa depois de completar nove mandatos consecutivos no poder, que revoluções sofre a sua mente, que sinais de autoglorificação da personalidade são visíveis, poderia observar de perto o presidente da Câmara de Vila Nova de Poiares.

Por: Pedro Lomba

No país há outros autarcas do Paleolítico, muitos deles da CDU, mas só o “nosso” Jaime Soares, o primeiro dos poiarenses, reúne em si todas patologias de um homem que a si mesmo se vê como insubstituível e único.

Em Vila Nova de Poiares, para onde quer que nos viremos encontramos a fatal presença de Jaime Soares. As brochuras da câmara mostram o grande presidente a inaugurar obras, a reunir com munícipes, a festejar eventos.
No passado 10 de Junho, Jaime Soares discursou na Filarmónica Poiarense, cujo primeiro CD musical deixou toda a gente agradada, mas, esclarece o site oficial da vila, “em especial Jaime Soares”. Porque Jaime Soares é isso: um homem cheio de gosto e visão. E Vila Nova do Poiares não é Vila Nova de Poiares. Lembra o seu presidente que não foi por acaso que Alexandre Herculano comparou a vila com Washington. E que dizer do povo de Poiares senão que tem um “querer” e uma “força” que levam Jaime Soares “a falar em Raça Poiarense”?
Dizem alguns bufos da Raça Poiarense que Jaime Soares passou o Verão a fazer telefonemas aos munícipes, substituindo-se às empresas de sondagens. No domingo vai mesmo a votos. E podemos ir reservando o champanhe.

Por: Jurista

Sessão de esclarecimento do PSD com Jaime Soares no Centro de Convívio de Alveite Grande


Jaime Soares em discurso na campanha eleitoral ás autárquicas 2009

Jaime Soares em discurso na campanha eleitoral ás autárquicas 2009

Campeonato Mundial de Enduro esgota lotação hoteleira na Figueira da foz


Seis Dias Enduro – Elite mundial a partir de amanhã sábado na Figueira da Foz

A Figueira da Foz recebe, a partir de sábado, a elite mundial do enduro, mais de 400 pilotos de 24 países que vão disputar a 84ª edição dos Seis Dias, prova rainha da modalidade.

O International Six Days Enduro (ISDE) reúne 31 selecções nacionais, seniores e juniores, com seis e quatro pilotos, respectivamente, às quais acrescem mais de 90 equipas masculinas de clubes e cinco femininas, num total de 443 competidores.

Sem prémios monetários em disputa, mas sim medalhas de ouro, prata e bronze, as selecções seniores concorrem ao chamado Troféu Mundial e os juniores ao Vaso de Prata.

As grandes potências da modalidade são Finlândia e Itália, que dividem entre si a maioria dos triunfos no ISDE nos últimos 20 anos, mas a França, vencedora em 2008, na Grécia, também é forte candidata à vitória.

“Vamos ter os melhores do mundo de diversas modalidades [do motociclismo]. Há muitos pilotos de motocrosse que aderiram ao enduro e vêm nas selecções”, disse hoje à agência Lusa Pedro Mariano, director desportivo do ISDE 2009.

A zona marginal da Figueira da Foz, entre o rio e a praia, parque das gaivotas, está por estes dias transformada numa pequena cidade reservada à competição, com tendas e caravanas onde estão instaladas as representações oficiais dos países, marcas e patrocinadores.

Hoje sexta-feira decorreram as verificações documentais e técnicas e, no Sábado, pelas 17:00, na avenida 25 de Abril, tem lugar a cerimónia de abertura oficial com um desfile dos pilotos participantes.

Após um interregno, domingo, motivado pelas eleições autárquicas, a competição inicia-se segunda-feira, o primeiro dos cinco dias de especiais cronometradas na zona da Figueira da Foz e o encerramento, ao sexto dia, 17 de Outubro, na pista de motocrosse de Águeda.

Nos dois primeiros dias, o ISDE visita especiais do Sul do concelho da Figueira da Foz e do município vizinho de Soure, em pisos de areia, pedra e barro, estando as maiores dificuldades para os concorrentes reservadas para os dois dias seguintes, na Serra da Boa Viagem.

No quinto dia a competição decorre no leste do concelho e, no último dia, ruma, então, a Águeda, para a derradeira especial cronometrada na pista do Casarão.

Nos cinco primeiros dias o percurso, com cerca de 100 quilómetros – disputado em duas passagens – inclui seis especiais diárias cronometradas e uma especial final, na praia da Figueira da Foz, numa pista de cerca de três quilómetros, “desenhada” na areia, uma das novidades da edição portuguesa do ISDE.

“Todos os dias vai existir espectáculo na praia, com os melhores pilotos a competir.

Os Hotéis da Figueira da Foz tem as reservas praticamente esgotadas, por sua vez, a empresa municipal Figueira parques não cobra estacionamento até ao dia 17, na zona compreendida entre o jardim municipal e o mar.

Faltas de água em Alveite Grande


Na semana passada e no passado mês de Agosto, houve sistematicamente falta de água canalizada da rede pública em Alveite Grande, mais precisamente no cimo da aldeia, a que levou, que o tanque do furo sito no largo da capela e outro sito na serra de Alveite fossem abastecidos alguns dias pelo autotanque dos Bombeiros Voluntários de Poiares.

A água da rede pública esteve constantemente a faltar nas torneiras dos munícipes residentes no cimo da aldeia em Alveite Grande, freguesia de S. Miguel de Poiares.Um problema antigo que urge em ser resolvido, é desumano chegar do trabalho e não ter água para tomar banho, cozinhar e p/máquinas de lavar roupa e outros, pagando-se em média 25.00€ por mês, o que não deixa de ser que, a água é das mais caras em comparação com concelhos vizinhos.

Faço um apelo aos habitantes da aldeia e aldeias vizinhas atingidas que “sejam mais sensíveis à utilização deste bem escasso”, evitando, por exemplo, gastar a água na rega de jardins ou quintais. É certo que “as captações de água estão muito baixas” e “nesta altura do ano há um aumento populacional” devido à presença de emigrantes naturais das aldeias e estrangeiros que regressaram às suas terras para gozo de férias.

Em nome de todos os habitantes de Alveite faço um apelo ao pessoal responsável pelos serviços municipalizados da autarquia, a fim de resolver a situação porque torna-se desconfortável, ou será que, só ficará ultrapassado com a execução de um programa ou Plano Estratégico.

Por um Alveitense