Fotos do jantar relacionado com a renovação da iluminação pública em Alveite


imgp1730.jpg

imgp1731.jpg

imgp1732.jpg

imgp1734.jpg

imgp1733.jpg

imgp1735.jpg

imgp1736.jpg

imgp1737.jpg

Click nas Imagens!

Fotografias do Almoço celebrado no dia das mulheres, no Centro de Convívio de Alveite


[rockyou id=107966029&w=426&h=319]

Fotos cedidas por um casal de holandeses residentes em Alveite Grande

Na Serra do Carvalho foram plantadas árvores por crianças


Centena e meia de crianças plantaram árvores oferecidas pela Marigold.

A Câmara Municipal de Vila Nova de Poiares, em parceria com a Marigold Industrial Portugal e com a colaboração das crianças dos jardins de infância da ADIP – Associação de Desenvolvimento Integrado de Poiares e do CBEISA – Centro de Bem-Estar Infantil Santo André, plantaram cerca de 120 árvores de espécies autóctones na Serra do Carvalho.

A iniciativa, integrada nas comemorações do Dia Mundial da Árvore, juntou mais de centena e meia de crianças que, assim, plantam as primeiras árvores daquele que será,

Num futuro próximo, um dos mais importantes parques naturais da região. Este é 8m parque que o município de Vila Nova de Poiares há muito tem projectado e que faz parte de um projecto mais amplo de renaturalização da Serra do Carvalho, que se irá constituir como um importante pólo de preservação da biodiversidade, não só da flora, mas também da fauna.

Num espaço ciclicamente assolado pelos fogos florestais, a prevenção assume-se como primordial e, para isso, o município tem vindo a arrancar milhares de pés de eucalipto desta área, que darão lugar às várias espécies autóctones, transformando-a num “tampão” natural contra os incêndios, atendendo às importantes capacidades de resiliência das espécies que ali serão plantadas. Ao todo serão mais de 150 hectares de área protegida, onde se poderão encontrar espécies como cerejeiras – bravas, plátanos, carvalhos, castanheiros, cedros e muitas outras.

Já no que toca à fauna, o espaço será povoado com perdizes, coelhos, lebres, corsos, veados ou ainda cabras serranas. Para este projecto, o município de Poiares está a tentar captar fundos comunitários, fundamentais para a concretização da infra-estrutura. Para já foram plantadas as primeiras árvores, oferecidas pela empresa Marigold Industrial Portugal, sedeada na Zona Industrial.

O presidente da Câmara Municipal esteve presente na iniciativa e sublinhou o simbolismo do acto. Jaime Soares dirigiu ainda um sentido agradecimento não só à empresa Marigold pela oferta, aos jardins-de-infância presentes e às suas crianças, mas também a todos os poiarenses que têm ajudado a autarquia a construir um município “cada vez mais atractivo e com uma qualidade de vida e bem estar cada vez melhores”.

Federação das confrarias aprova código de ética


O Conselho Geral da Federação Portuguesa de Confrarias Gastronómicas (FPCG) reuniu em Vila Nova de Poiares, na sede da Confraria da Chanfana, para aprovação do relatório de actividades e relatório de contas do exercício de 2007. No encontro foi também aprovado o código de ética, previsto no artigo 7º dos Estatutos da FPCG, relativo às actividades das confrarias e o seu relacionamento institucional.

Jaime Soares, da Confraria da Chanfana, que preside desde 2006 à FPCG, sublinhou o bom trabalho desenvolvido pela direcção e saudou a iniciativa de elaboração de um Código de Ética, provado por unanimidade e com aclamação. Apelou ainda ao esforço de todos os presentes no sentido de conferirem à Federação «o relevo e visibilidade adequados ao próprio estatuto da FPCG que, afinal de contas, é o órgão máximo das confrarias».

O encontro, no qual participaram as confrarias federadas, foram ainda tratados alguns assuntos relacionados com a realização do II Congresso da FPCG, nomeadamente a comissão organizadora, regulamento, programa provisório e apreciação das propostas de alteração de estatutos, já discutidas no último Conselho Geral e que serão apresentadas no congresso.

Foi ainda apresentado, pelo Conselho Fiscal, um voto de louvor à Direcção, presidida por Madalena Carrito, pelo «bom trabalho desenvolvido na gestão dos interesses das confrarias».

Poiares alarga zona de caça


Conselho Cinegético reuniu

O conselho Cinegético Municipal de Vila Nova de Poiares reuniu ontem, com o objectivo de fazer um balanço da época de caça e perspectivar a próxima jornada.

A grande novidade anunciada no encontro foi o alargamento da zon a de caça municipal, que englobará a mancha da época anterior, “acrescentando-se a área correspondente a toda a extensão da Freguesia das Lavegadas”., esta zona “esteve interdita, em virtude de estar a ser repovoada com espécies de caça”.

O encontro, que reuniu os representantes da Associação de Defesa do Ambiente – Quercus, da Direcção Regional dos Recursos Florestais, da Associação de Caçadores, da Cooperativa Agro-Pecuária e representantes das juntas de freguesia do concelho de V.N. de Poiares, foi o espaço próprio para fazer o balanço da época venatória de 2007/2008.

Nesse sentido os elementos do Conselho Cinegético analisaram as jornadas de caça, bem como o tipo e número de espécies abatidas, para além de outros aspectos, com destaque para o processo de renovação da zona de caçamunicipal por um período de mais de seis anos, bem como a proposta do plano anual de exploração para a próxima época venatória de 2008/2009.

Na oportunidade, o presidente do Conselho Cinegético, e presidente da autarquia de Vila Nova de Poiares, sublinhou ainda o projecto de renaturalização que está a ser implementado na serra do Carvalho. Trata-se de um projecto que, tem em vista a “criação de um parque natural, que se assumirá como um importante pólo de preservação da biodiversidade, não só da flora, mas também da fauna, dentro de uma estratégia devidamente integrada e sustentada de defesa da floresta contra incêndios”.

MAKALU vai ser o novo desafio de João Garcia


Alpinista português vai escalar a quinta montanha mais alta do mundo, se for bem sucedido vai ser a décima montanha com mais de 8.000 metros de altitude no seu curriculum.

O alpinista português João Garcia vai liderar uma expedição internacional ao topo do Monte Makalu, que se vai realizar de 25 de Março a 6 de Junho, no âmbito do projecto “À conquista dos picos do mundo”.

Na escalada ao Makalu, João Garcia vai contar com a companhia do alpinista belga Jean-Luc Fohal, do australiano Andrew Lock, do inglês Neil Ward e do mexicano Hector Ponce de Leon.

O Monte Makalu, o quinto mais alto do Mundo, com 8.463 metros de altitude, situa-se na fronteira entre o Nepal e a China, a 22 quilómetros do Evereste, e é considerada uma das montanhas mais difíceis de escalar, registando-se menos de duzentos alpinistas que conseguiram chegar ao topo.

Boa escalada e bom regresso.

V Extreme Riders foi na Lousã este fim de semana


Image

Image

Image

Image

Cedric Gracia completou ontem 30 anos, e nada melhor que uma surpresa para comemorar. Foi na Padaria, na Lousã que Marco Fidalgo, Renato Ventura, Victor Santos (Tita), amigos da Lousã, e muito outros se juntaram para cantar parabéns a Cedric. Entre fatias de bolo algum champanhe, Cedric disse que está na Lousã para treinar e para participar na Maxxis Cup em Gouveia já não próximo fim-de-semana.

A corrida mais louca do mundo teve lugar este fim-de-semana na Serra da Lousã desde o alto do Trevim até à Lousã foram cerca de 15 km sempre a descer, metade do percurso em estradão e outra metade em single tracks. Com o São Pedro a não ajudar e a enviar chuva para estes loucos que descem a serra numa partida conjunta e que dão tudo para ver quem chega primeiro. Hélder Padilha um homem da casa, venceu com distinção e com grande avenço para o segundo classificado.

Além das dificuldades do terreno, os participantes do Extreme Riders 2008 ainda tiveram de vencer a chuva e o frio. A prova teve vencedores da casa.
Não bastavam já as pedras, as raízes, as ribeiras que eram preciso saltar. Não. Ainda tinha de aparecer a chuva, o vento, o nevoeiro e o frio – muito frio – para dificultar a vida aos participantes Extreme Riders 2008. À partida da prova, no sábado, no alto do Trevim, a mais de 1.200 metro de altitude, as temperaturas roçaram os zero graus centígrados.
O mau tempo afastou alguns participantes – a organização esperava 450, apareceram cerca de 370 – mas aqueles que desceram os 15 quilómetros até à Lousã não se arrependeram. “A chuva tornou o caminho ainda mais excitante, mais complicado. E quanto mais difícil melhor. Esta é uma corrida dura, para pessoas que gostam de andar de bicicleta e que não têm medo”, refere João Bandeira.
A prova, que já vai na sua quinta edição, teve um vencedor da casa. Hélder Padilha, natural da Lousã, foi o mais rápido na descida, com um tempo de 13’53’’. O piloto, que repetiu o triunfo do ano passado, admite que teve “um bocado mais de pernas” no início da corrida e, depois, bastou “controlar o andamento e gradualmente, ir ganhando vantagem” para alcançar uma vitória de que “não estava à espera”.
Na segunda posição ficou o catalão Pau Rexachs. O vice-campeão europeu participou no Extreme Riders pela segunda vez e não conseguiu discutir a vitória final devida a uma queda num sítio onde não estava à espera. Para o próximo ano, Rexachs promete voltar e, beneficiando do facto de sair na primeira fila, “tentar ganhar”.
O pódio ficou completo com Sérgio Campos. Alexander Evans, o britânico que era um dos favoritos à vitória final, lesionou-se e não pôde competir.
Na categoria feminina, a vencedora também se chama Padilha. Carina Padilha, irmã de Helder, foi a mais rápida das três raparigas que participaram na prova, ficando à frene de Áurea Agostinho, uma das melhores da modalidade em Portugal, que correu lesionada e teve de se contentar com o segundo lugar.
No final, a vencedora admitiu que a chuva “dificultou bastante” a corrida e explicou que o espírito da prova “não é tanto ganhar mas mais o convívio”.
O Extreme Riders é a maior prova colectiva de down hill, free ride enduro, all mountain e BTT do país. A adrenalina é a palavra-chave da corrida. Nesta autêntica avalanche, os partipantes efectuam uma descida vertiginosa desde os 1.205 metros de altura do Trevim até à chegada à Lousã. São 15 quilómetros “sempre a abrir”.

CNO – Oportunidades de Formação


A Câmara Municipal de Poiares está a informar todos os poiarenses que, desde Setembro de 2004, que se encontra a funcionar nas instalações da ADIP, o Centro Novas Oportunidades, entidade devidamente acreditada pela ANQAgência Nacional para a Qualificação.

A missão deste Centro é promover o reconhecimento e certificação de competências de jovens (com idade igual ou superior a 18 anos) e adultos, com vista à sua qualificação, numa perspectiva de aprendizagem ao longo da vida.

No Centro Novas Oportunidades, os adultos poderão obter uma certificação equivalente ao Ensino Secundário (12º ano), ao 3º Ciclo (9º ano), 2º Ciclo (6º ano), ou ainda 1º Ciclo (4º ano) através de um processo de reconhecimento e validação de competências adquiridas ao longo da vida. Quando necessário poderá ainda ser complementado com um percurso de formação devidamente ajustado às suas necessidades.

Quem pretende melhorar as suas qualificações académicas, esta é sem dúvida uma boa oportunidade.

Para mais informações basta contactar o Centro Novas Oportunidades, que se encontra a funcionar na ADIP, em São Miguel de Poiares, pessoalmente, ou através do telefone 239429000.

Imagens de Alveite e outras


[rockyou id=106822756&w=579&h=434]

Não se esqueçam, hoje é dia mundial da árvore.


No dia 21 de Março comemoramos o Dia Mundial da Árvore

Árvore é sinónimo de vida. Uma árvore, por si só, pode nos trazer muitos benefícios. Desde a sombra aconchegante, até a folha de papel. As florestas plantadas (reflorestamentos) pelo homem devolvem a ele serviços e bens. Mas o equilíbrio tem que ser mantido com a preservação e protecção das matas, onde a flora e a fauna encontram ambientes diversificados.

Sob o aspecto económico, valiosos produtos obtemos da árvore: madeira para as construções e o mobiliário, celulose para o papel, carvão para as caldeiras, substâncias medicinais, óleos, resinas, gomas, essências, mel, frutos, flores e muitos outros.

Sob o aspecto ecológico, dela recebemos incontáveis benefícios: a protecção dos solos, rios, nascentes; a preservação da vida silvestre; a manutenção da qualidade de vida, e muito mais.

Por tudo isso, é da maior importância a consciencialização e a contribuição de cada um de nós, plantando uma árvore e cuidando para que se desenvolva.

Actividades de ocupação dos tempos livres


Esta tarde passei por Poiares, e quando  observo junto do pavilhão polidesportivo, algum aglomerado de pessoas a assistir a um jogo de futebol, fiquei curioso e logo de seguida indaguei sobre o que estava a acontecer.

Fiquei a saber que são férias desportivas dedicadas às crianças entre os 6 e os 16 anos, a qual a Câmara Municipal está a promover. Futebol, Andebol, Voleibol, Natação, jogos pré desportivos e jogos tradicionais.

Como refere a autarquia, as férias desportivas 2008 são mais um exemplo de preocupação do município de Poiares com o bem estar dos poiarenses em geral, mas no caso concreto também dos mais pequenos, proporcionando-lhes condições para que tenham um crescimento harmonioso e saudável, destacando alguns investimentos nesta área, (complexo desportivo, pavilhão gimnodesportivo, campo de ténis, piscinas municipais, e o campo de futebol com relvado sintético).

Feliz dia do PAI


pai e filho.jpg

Basquetebol – FC Porto Ferpinta – CAB Madeira em Poiares 2008


[rockyou id=106259742&w=426&h=320]

Jogo
Data – Hora Local
FC Porto – CAB, 74 – 56
Ficha do Jogo | Play-by-Play
16-03-2008 – 17:00
Pavilhão Municipal de Vila Nova de Poiares
Ovarense – Belenenses, 77 – 83
Ficha do Jogo | Play-by-Play
15-03-2008 – 14:45
Pavilhão Municipal de Vila Nova de Poiares
Lusitânia – Ginásio, 63 – 65
Ficha do Jogo | Play-by-Play
15-03-2008 – 17:00
Pavilhão Municipal de Vila Nova de Poiares
Barreirense – Vagos, 80 – 82
Ficha do Jogo | Play-by-Play
16-03-2008 – 14:45
Pavilhão Municipal de Vila Nova de Poiares

O FC Porto Ferpinta juntou-se à Ovarense Aerosoles no topo da classificação da Liga, ao superar o CAB Madeira por 74-56, no encontro que encerrou a 19ª jornada da prova, totalmente disputada em Vila Nova de Poiares. Vareiros e portistas têm, agora, um registo idêntico (16 vitórias e 3 derrotas), em vésperas de se defrontarem. Por sua vez, o Vagos Lusavouga Dewalt garantiu a “vantagem casa” para a primeira eliminatória do playoff, ao vencer o Barreirense por 82-80.

Incidente com arma numa discoteca em Coimbra


Durante a madrugada

Dois homens atingidos com balas de borracha à porta de discoteca “VINIL”, em Coimbra
16.03.2008 – 13h02 Lusa
Dois homens, com 25 anos, foram atingidos esta madrugada com balas de borracha à porta de uma discoteca na cidade de Coimbra, tendo sofrido ferimentos ligeiros, confirmou fonte do INEM.

O incidente ocorreu às 05h44, quando no seguimento de desacatos no exterior do estabelecimento, um indivíduo disparou uma arma carregada com balas de borracha sobre os dois jovens.

Os jovens sofreram ferimentos ligeiros, um foi atingido na zona do tórax e outro nas costas, tendo sido transportados aos Hospitais da Universidade de Coimbra, numa situação estável.

No local esteve o INEM com duas ambulâncias tripuladas e a Cruz Vermelha com uma viatura.

by: lusa

 Baleou dois seguranças e fugiu após agredir PSP

Dois seguranças de um bar em Coimbra foram baleados à porta de uma discoteca por um indivíduo sueco que, depois de detido e já no hospital, agrediria um PSP colocando-se em fuga

Tudo terá começado perto das 6 horas da madrugada de ontem quando se registou uma altercação no interior da discoteca Vinyl, que continuou no exterior, na rua Afonso Henriques. Um homem, de 32 anos, de naturalidade sueca e empresário na área da restauração na Baixa de Coimbra, terá efectuado vários disparos (pelo menos quatro), tendo atingido os dois jovens com quem se teria desentendido. Como os dois homens (na casa dos 25 anos e seguranças num outro bar da cidade) ficaram com ferimentos ligeiros (um na zona do tórax, outro na zona dorsal), ainda conseguiram, com a ajuda de alguns populares, manietar o agressor até à chegada da PSP.
O INEM fez deslocar duas das suas ambulâncias e uma terceira da Cruz Vermelha. Os dois baleados e o agressor (que entretanto teria sido agredido pelos seguranças) foram transportados para os Hospitais da Universidade de Coimbra. Foi aí que o indivíduo sueco, segundo uma nota da PSP ontem enviada, «conseguiu fugir por uma janela em direcção ao exterior, trepando depois por uma caleira até ao telhado, por onde progrediu alguns metros até um estacionamento próximo. O agressor foi sempre perseguido durante todo o trajecto por esta Polícia, tendo após uma tentativa de imobilização sem uso de meios letais, conseguido saltar um muro ali próximo e fugir».
Ao que apurámos, na zona do parque de estacionamento, o fugitivo surpreendeu o agente da PSP ao ir velozmente ao seu encontro agredindo-o com vários murros, fugindo logo de seguida. Embora identificado, o homem continuava a monte, ontem, à hora de fecho desta edição. A investigação passou, entretanto, para a alçada da Polícia Judiciária, uma vez que se pode estar perante uma tentativa de homicídio. A PJ já terá neste momento na sua posse as imagens do sistema de videovigilância da discoteca e também já apreendeu a viatura do agressor que se encontrava nas imediações da discoteca.
Ao que apurámos, a arma do crime (uma pistola de calibre 6.35) ainda não foi encontrada, admitindo-se a hipótese da mulher do agressor, que também estava no local, ter ficado com ela e saído da zona quando chegou a polícia. Aliás, como quando a PSP chegou não havia provas de que o agressor fosse o autor dos disparos, não terá podido levá-lo aos Hospitais da Universidade de Coimbra sob detenção, não o algemando.
Os dois jovens foram submetidos a pequenas intervenções cirúrgicas e tiveram alta ainda mesmo durante o dia de ontem.

by D.Coimbra

Concentração de Minis em Poiares 2008


[rockyou id=105923845&w=426&h=319]

by alveite

No Basquetebol todos os caminhos vão dar a Poiares, este Sábado e Domingo


Vila Nova de Poiares recebe amanhã a 19ª jornada em Basquetebol.

Calendário da 19ª jornada:

Sábado, 15 de Março

Ovarense Aerosoles – Belenenses Hyundai Lusifor (14h45)
Lusitânia Angra Património Mundial – Casino Figueira Ginásio (17h)

Domingo, 16 de Março
FC Barreirense – Vagos Lusavouga Dewalt (14h45)
FC Porto Ferpinta – CAB Madeira (17h)

Vila Nova de Poiares está pronta para receber a antepenúltima ronda da fase regular do Campeonato da Liga. A 19ª jornada da prova junta os oito clubes da LCB no Pavilhão Gimnodesportivo Municipal , para mais uma ronda em regime de concentração e com quatro embates de grande nível em perspectiva. No sábado, a líder Ovarense Aerosoles defronta o Belenenses Hyundai Lusifor (14h45) e o Lusitânia Angra PM mede forças com o Casino Figueira Ginásio (17h), numa partida com transmissão televisiva na RTP2. Para domingo ficam reservados os encontros que opõem o Barreirense ao Vagos Lusavouga Dewalt (14h45) e o FC Porto Ferpinta ao CAB Madeira (17h). O LCB.pt falou com os atletas Miguel Salvador e Nuno Sousa, e com os técnicos Francisco Marques e Miguel Faria (adjunto de Sérgio Salvador), para antever o jogo entre Lusitânia e Ginásio.

A Câmara de Poiares vai apoiar trabalhadores da ex-Seporcentro


A Autarquia de Poiares deliberou por unanimidade, em reunião do executivo, prestar apoio social e económico aos trabalhadores da ex-Seporcentro, que faliu há vários anos, e cuja situação se agravou com a mais recente decisão do tribunal, que os obriga a suportar os encargos das custas judiciais.

A Empresa de malhas que estava instalada na zona industrial de S. Miguel entrou em processo de falência há 08 anos, deixando 89 trabalhadores numa condição difícil.

Recentemente os trabalhadores tentaram contrariar uma decisão dos tribunais, que graduaram os créditos da Caixa Geral de Depósitos em primeiro lugar, deixando em segundo os créditos da Segurança Social e relegando para último plano os trabalhadores.

Os recursos apresentados na Relação e no Supremo T. J. foram indeferidos, estando os trabalhadores confrontados com a exigência do pagamento das custas judiciais do processo, no valor de 2.364 euros.

Quando os trabalhadores tomaram conhecimento desta situação, manifestaram a sua indignação ao presidente da Câmara, Jaime Soares, o qual se solidarizou com as suas reivindicações, garantindo que, através dos Serviços da Acção Social, a autarquia assegurará o devido apoio social e económico.

Concentração de Minis com objectivos solidários


A Concentração juntou perto de uma centena de minis.

Os amantes dos velhinhos minis concentraram-se pelo convívio e por uma causa nobre: angariar verbas para a aquisição de equipamentos que visam apoiar e ajudar os mais desfavorecidos. Foi durante a 11ª concentração de minis, que passou por Vila Nova de Poiares, numa organização do Clube dos Amigos do mini de Coimbra, com o apoio da Associação de Solidariedade Social dos Amigos dos Cidadão Doente Mental e do Clube Todo-Terreno do Centro e com o alto patrocínio da Câmara de Poiares.

O Carácter solidário desta concentração e passeio fez com que fossem muitos os que quiseram participar na iniciativa. Ao todo, foram cerca de 200 participantes que, em cerca de uma centena de minis rumaram de Coimbra em direcção a Vila Nova de Poiares, onde conheceram diversos locais de interesse do concelho, entre os quais a Igreja de Santa Maria e a Serra do Carvalho.

Escola combate insucesso escolar com percurso alternativo


Um novo espaço pedagógico do Agrupamento de Escolas de Vila Nova de Poiares é, no próximo dia 13, inaugurado.

Não é mais do que uma cozinha e sala de jantar que têm a particularidade de servir para uso dos alunos que, com insucesso escolar, entraram num novo processo que tem estado a produzir bons resultados.

O que parecia perdido afina revelou-se possível de “dar a volta por cima”. O insucesso escolar de alguns alunos da escola EB2,3 com Secundário Dr. Daniel de Matos, Vila Nova de Poiares, rapidamente deu lugar a bons resultados, e nem foi preciso muito tempo. A experiência começou a ganhar forma no final do ano lectivo de 2005/2006 e hoje há já três turmas com alunos a frequentar o Percurso Curricular Alternativo de Hotelaria no 7º ano e uma de CEF de Empregado de Mesa e Bar.

São «boas práticas na educação que devem ser divulgadas», referiu Maria da Luz Pedroso, coordenadora do projecto, considerando que esta é «uma situação de sucesso de alunos que à partida tudo indicava o contrário»… Neste ano lectivo são três as turmas a funcionar no âmbito deste projecto que a escola quer dar a conhecer no próximo dia 13, a partir das 11H00, altura em que se procede à inauguração deste novo espaço pedagógico e se assiste a uma aula prática pelos alunos.

“Estrada da Beira teve apenas um rebuçado”


O Presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Poiares considera que “a Estrada da Beira recebeu apenas um rebuçado, mas tinha direito a um doce”, referindo-se às dificuldades existentes nas acessibilidades, afirmando que ainda esperava um maior empenhamento por parte dos municípios da Lousã, Miranda do Corvo e de Coimbra.

Jaime Soares, que falava no programa “Dois dedos de conversa”, da Rádio Regional do Centro, explicou que “alguns autarcas nunca assumiram com empenho a defesa desta importante via rodoviária de ligação a Coimbra, à espera que lhe dessem uma estradita, ou a pensar que o Metro vinha resolver o problema das acessibilidades”, justificando ser “forte nas intervenções” para “se fazer ouvir e reivindicar para os habitantes de Poiares os mesmos direitos que têm os de Coimbra, de Lisboa, do Porto, ou de qualquer ponto do mundo”.

Falando do concelho que governa há 34 anos, o autarca contou que se dizia que «quando nascia um poiarense davam-lhe um pau e um saco», pois tratava-se de uma terra sem futuro, onde as crianças saiam da escola logo à terceira classe.

Actualmente, Jaime Soares considera que «há um desenvolvimento efectivo e real» no concelho, com crescimento populacional e habitacional, ocupando Vila Nova de Poiares o 3º ou 4º lugar em termos de poder de compra no distrito, a 15ª posição na região Centro, assim como o 158º lugar a nível nacional entre 308 municípios.

Puxando pelos galões, diz que «a capacidade demonstra-se nos momentos difíceis, mas também no dia a dia, quando é preciso não dormir e andar com as botas na lama». Lembrando ainda alguns investimentos a decorrer, como o Centro Cultural e a remodelação dos Paços do Concelho, assim como o projecto do Centro de Negócios e o protocolo, em preparação, com a Universidade de Coimbra para avançar com tecnologias de ponta na recuperação ambiental da sucata dos automóveis.

Jaime Soares citou ainda a ampliação do Parque Industrial de 70 para 120 hectares, tal como o projecto do aeródromo, com uma pista que possibilite voos charter e a utilização por parte dos aviões pesados de combate a incêndios florestais (Canadair).

Em termos turísticos, não deixou de lembrar a “Capital Universal da Chanfana”, com as vertentes associadas ao artesanato e gastronomia, assim como investimentos futuros num campo de golfe e na praia fluvial no Mondego.

Image