Pelourinho primitivo da Lousã teve origem em Alveite


 

 

 

 

 

 

 

O Pelourinho da lousã 

Feito o pelourinho da Lousã, segundo o modelo primitivo, como se deduz do trabalho do Prof. Álvaro Viana de Lemos, após aturadas investigações de documentação e materiais subsistentes, apresenta um aspecto curioso, senão lírico, entre os demais. O facto de possuir quatro faces é sem dúvida, um caso raro entre os pelourinhos conhecidos no nosso País! Pode estar ligado a uma tradição; pode estar ligado a coisas arcaizantes — carrancas, símbolos, etc., que podiam derivar de passados culturais mais arcaicos ou, ainda, de formas religiosas mais arcaicas; pode estar, ainda, ligado a uma tradição de distribuidor de almas. No que se refere à Lousã e ao seu pelourinho, as quatro faces sugerem-nos algumas questões. Estes símbolos quadrifaces aparecem muito na Galiza. De qualquer forma, em termos conotativos pode-se estabelecer uma relação com o caso de Bragança. O problema que se põe é o da cronologia. Álvaro Viana de Lemos nesse capítulo refere: « … o pelourinho era de pedra vermelha de Alveite o que denotava ser o pelourinho anterior ao século XVI, pois que os melhores edifícios públicos, igrejas e pedras sigiladas da Lousã já são em calcário». Ora, os materiais nativos da Lousã são o xisto e o calhau rolado e não é material de que se possa fazer algo mais do que muros. Logo, a cantaria tinha que ser importada, em bruto ou talhada. Assim, ou se iam abastecer de calcário à Orla Litoral, à Orla Mezozóica, ou iam à zona do Coentral e traziam granito. Ficando a Lousã num sítio muito perto dos calcários e relativamente perto dos granitos é natural que para as suas construções mais representativas se tivessem servido deste tipo de pedra. No entanto o arenito ou pedra vermelha de Alveite tem a vantagem de ser uma pedra disponível e que está relativamente próxima. Assim, é possível que a opção do material para o pelourinho, tenha sido perfeitamente casual. [Trata-se de arenito duro de umas pedreiras exploradas, há muitos séculos no extremo norte do concelho confinando com o de Poiares. É uma pedra geralmente avermelhada mas com manchas que vão do negro ao amarelo. É difícil de trabalhar, não permitindo polido perfeito, nem escultura muito delicada. Figura nas edificações mais antigas da Lousã e arredores, desde o Castelo às casas do século XVIII. No século XVI começam a aparecer os calcários de Lamas, arredores de Coimbra e, de Ançã, que depois se generalizam, mas nas obras mais modestas, continuou-se sempre a usar a de Alveite, que ficava mais próxima e económica].

[“Já se encontra erigido no largo junto dos Paços do Concelho o Pelourinho Municipal. Foi construído em pedra da Serra de Alveite, segundo desenho do nosso patrício sr. Álvaro Viana de Lemos e obedecendo aos desenhos, gravuras e restos do que a fúria devastadora do tempo e estupidez dos homens fez desaparecer da antiga praça do município. É aquele monumento o símbolo da liberdade do concelho e atesta a sua antiguidade. Sem ornamentos nem qualquer motivo de beleza artística, é no entanto simples como o nosso povo e elegante como a nossa terra. Construído em cantaria provinda de pedreiras do Concelho da Lousã representa também uma homenagem à própria terra que o levantou. Não regatearemos aplausos à Vereação que de tal obra tomou a iniciativa e a levou a cabo e felicitamos o sr. Álvaro de Lemos por, com tanta fidelidade histórica, ter feito uma tão interessante e exacta reconstituição do monumento desaparecido” O Povo da Lousã, 25 de Setembro de 1943, p. 4]. [A reconstrução do pelourinho custou cerca de: arranjo da área adjacente, 2.048$60; pag. a pessoal na reconst., 341$00; peças em pedra, 524$00]. [Notas de José Alberto Matos da Silva e José Ricardo Ferreira de Almeida].

Quanto à localização do novo Pelourinho também o caso foi devidamente ponderado.

Pensou-se em colocar o Pelourinho, como seria lógico, no centro do jardim do novo Edifício Municipal mas notou-se que sendo muito vasto este espaço, só seria razoável tratando-se de monumento mais grandioso e que se aproximasse do estilo do século XVIII, que é o do Edifício e do jardim, em cujo centro está previsto, no projecto, uma fonte monumental. Pensou-se também no pequeno largo da Biblioteca, em frente de uma das faces laterais do mesmo edifício, mas como a esta fachada faltava a imponência da principal ou mesmo da posterior, optou-se por o colocar diante desta última, onde existe espaço conveniente, em frente da porta, que na realidade mais frequentemente é utilizada. Esta fachada não é uma simples traseira do edifício, se outra não houvesse, bem poderia figurar como principal, não amesquinha portanto o novo monumento e é o sítio mais cómodo e portanto apropriado.

Pelourinho-Face masculina

Pelourinho - Face masculina

 

Pelourinho - Face feminina

 

Pelourinho - Face feminina

 

 

pelour5.jpg (58191 bytes)

 

 

 

pelour6.jpg (46841 bytes)

 

 

 

 

 

 

 

 

 


 


 

 

 

 

 

 

 

 

João Garcia no topo do K2


João Garcia dispensa apresentações, em Julho passado conquistou mais um feito e elevou a bandeira de Portugal quase ao tecto do mundo.(Hoje no Jornal da Noite, SIC).

O projecto “À Conquista dos Picos do Mundo” de João Garcia continua. O alpinista português alcançou, este Verão (Julho),o cume do K2 – a segunda montanha mais alta do Mundo e mais perigosa entre as 14 com mais de 8000 metros de altitude. Com ele seguiu, uma vez mais, o jornalista da SIC Aurélio Faria.

O K2, na confluência de três grandes glaciares, é uma gigantesca pirâmide de pedra e gelo de 8611 metros que se eleva muito acima das centenas de cumes vizinhos de 6 mil e 7 mil metros, e é uma montanha marcada pela meteorologia instável.

Devido ao mau tempo, a expedição italiana de 1954 ficou bloqueada durante 40 dias no glaciar de Godwin-Austen, antes de lançar o primeiro assalto, bem sucedido, ao cume.

Este ano, mais uma vez no Acampamento Base, a paciência foi a palavra-chave para os que, como João Garcia, conquistaram a Rainha das Montanhas!

João Garcia no cume do K2

O 9º cume de 8000 metros!
16h10, 20 de Julho de 2007, cume do K2, 8611m

Actualização: João Garcia alcançou o cume da montanha cerca das 16h00 locais (12h00 em Lisboa), com outros 13 alpinistas de várias expedições internacionais.

O K2, visto do Acampamento Base

 

Os 14 magníficos

Comitiva de Seridó assina protocolo de geminação


Assinatura de Protocolo de Cooperação e Geminação de Entidades e Territórios

Um Delegação do Seridó, região do Rio Grande do Norte, no brasil, está em Portugal desde dia 24 e até ao próximo dia 30, no âmbito de um projecto de cooperação iniciado há alguns anos e que será formalizado no decurso desta visita.

Integram a Delegação 17 pessoas, entre as quais sete prefeitos, bem como directores da ADESE-Agência de Desenvolvimento Sustentável do Seridó, da AMSO-Associação dos Municípios da Micro-Região do Seridó Ocidental, da Fundação Redes e do SEBRAE.

O projecto  cooperar em Português, que integra II Associações de Desenvolvimento Local e de que a Dueceira-Associação de Desenvolvimento do Ceira e Dueça é chefede fila, vem estabelecendo contactos com o Seridó há alguns anos, tendo uma delegação portuguesa visitado aquela região no início de Dezembro de 2006.

A visita que agora se realiza irá concretizar o relacionamento encetado, através da assinatura de um Protocolo de Cooperação e Geminação de Entidades e Territórios entre a ADESE, envolvendo os municípios integrantes do Seridó, e o projecto Cooperar em Português, envolvendo as II Associações de Desenvolvimento Local que o integram.

A assinatura do protocolo será efectuada no próximo dia 28, pelas 10H30, em sessõ solene no município de Vila Nova de Poiares e será assinado por Francisco Galvão Freire Neto, presidente da ADESE, e por Jaime Soares, presidente da Dueceira e do Programa LEADER+ELOZ. Entre Lousã e Zêzere, chefe de fila do projecto Cooperar em Português.

O turismo em espaço rural e a animação turística, turismo de natureza e aventura; administração local, organização técnica e administrativa das autarquias, comércio e indústria, entre outros temas, proporcionarão reuniões de trabalho com dirigentes, técnicos associativos e empresários portugueses, nas visitas que serão efectuadas em territórios da ADL-Litoral Alentejano, da ADICES, da ADIBER, das terras de Sicó, da ADAE e da Dueceira.

Num gesto de grande significado, será oferecida à delegação do Seridó uma imagem de Santa Ana, devoção profundamente arreigada nos povos do sertão. A imagem será depois benzida durante a visita a realizar a Fátima no dia 30, no âmbito da deslocação da comitiva.

Inscrição para Benefício Fiscal


BENEFÍCIO FISCAL AO GASÓLEO AGRÍCOLA COLORIDO E MARCADO 2008

Nos termos do Despacho nº 18039/2007, de 18 de Julho, publicado no Diário da República – II Série, de 14 de Agosto de 2007, ficam avisados os senhores produtores agrícolas e florestais que, entre os dias 10 de Setembro e 16 de Novembro, decorre a época de inscrição ao Benefício Fiscal ao Gasóleo Agrícola Colorido e Marcado.

As inscrições e confirmações de inscrição fora do prazo referido ficam sujeitas ao pagamento do valor correspondente ao custo de instrução do processo para emissão de segunda via de cartão constante do anexo III da Portaria nº 166/2004, de 18 de Fevereiro.

Os interessados deverão dirigir-se à delegação Regional da sua área geográfica munidos dos seguintes documentos:

– Bilhete de Identidade;

– Cartão de Contribuinte;

– Livrete e Título de Registo de Propriedade de Tractores Agrícolas e Florestais;

– Número de Quadro de outras Máquinas Agrícolas;

– Listagem de áreas que constituem a exploração (Parcelário ou Certidão de Teor Matricial);

– Nas novas inscrições juntar a certidão da Segurança Social sobre as situações tributárias e contributivas.

MÁQUINAS ELEGÍVEIS

MOTORES FIXOS: utilizados, designadamente, em rega, aquecimento de estufas e instalações pecuárias, secadores e accionamento de geradores;

TRACTORES: Tractores, tractores de lagartas equipados com bulldozer e ripper, tractores equipados com balde frontal e rectroescavadora (conjunto industrial);

CEIFEIRAS DEBULHADORAS;

MOTOCULTIVADORES;

MOTOENXADAS;

MOTOCEIFEIRAS;

MÁQUINAS DE COLHEITA AUTOMOTRIZES; designadamente: colhedores de batata, de ervilha, de forragem, de tomate, de beterraba e de tabaco, gadanheiras condicionadoras, máquinas de vindimar, vibradores de tronco e plataformas de colheita de fruta;

MÁQUINAS AUTOMOTRIZES DIVERSAS; plantadores, pulverizadores, carregadores de fardos, distribuidores de rações, ensiladores e máquinas de limpeza de estábulos;

MÁQUINAS ESPECÍFICAS DA EXPLORAÇÃO FLORESTAL; máquinas multifunções ( Harvester), tractor arrastador (Skidder), tractor carregador transportador (Forwarder) e escassilhador florestal.

Nota: Sublinhe-se o facto de no caso da confirmação de inscrição ocorrer dentro do período estabelecido não se vir a registar qualquer interrupção nos abastecimentos de gasóleo colorido, contrariamente ao que se verificará sempre que tal confirmação venha a ter lugar após termo da época das inscrições.

Pensamento do dia


Aquele que, em Portugal, ao longo de todo o dia:
– É activo como uma abelha,
– Forte como um touro,
– Trabalha que nem um cavalo,
– E que ao fim da tarde se sente
– Cansado que nem um cão.
– Deveria consultar um veterinário.
– É bem provável que seja um burro!!!!

 

Benfica 1969


Taxa Municipal


Câmara não vai aplicar Taxa Municipal de Direito de Passagem

A Câmara Municipal de Vila Nova de Poiares decidiu, em reunião ordinária, não aplicar a Taxa Municipal de Direito de Passagem (TMDP). A determinação foi aprovada por unanimidade, considerando o presidente da autarquia, Jaime Soares, que se trata de uma decisão que tem em vista « não sobrecarregar os munícipes com impostos».

Os transportes escolares foram também abordados durante a reunião. Neste ponto, Jaime Soares destacou o esforço que a autarquia tem feito no sentido de cumprir as exigências da nova legislação.

« Isto implica uma enorme sobrecarga do município, obrigando-nos a adquirir novas viaturas para substituir veículos que funcionavam perfeitamente e com todas as condições de segurança», lamentou o autarca.

A Câmara Municipal sempre assegurou e continua a assegurar os transportes escolares em situações que vão muito além do que são as responsabilidades, legalmente instituídas», justificou ainda Jaime Soares, lembrando contudo, que não pode ser a autarquia a fazer tudo, pelo que « há que imperar o bom senso »

É neste ponto , pais, escola e professores «não se podem demitir das suas responsabilidades», afirmou. Na reunião foi ainda aprovada, por unanimidade, a proposta de não alterara participação  variável do IRS, conforme preconiza a Lei das Finanças Locais, terminando o encontro com um balanço do Poiartes 2007 e demais eventos que foram considerados pelo executivo, um verdadeiro sucesso.

Humor Alveitense


Diz o filho para a mãe: – Ó mãe! Sabias que o avô sabe uivar? – Não sejas parvo! – Diz a mãe! – Sabe, sabe! Anda ver! Diz então o filho para o avô: – Ó avô, há quanto tempo não vai à avó? – Auuu!…

Estudante assassinada


No passado dia 18, estudante de engenharia civil perdeu a cabeça, e entregou-se à GNR.

Uma jovem de 20 anos foi assassinada em Coimbra, alegadamente pelo namorado, um jovem de 23 anos. A vítima era estudante de engenharia civil na Universidade de Coimbra, assim como o suspeito. O crime terá ocorrido por motivos passionais.

Segundo fonte da Polícia Judiciária, a jovem foi esfaqueada pelas 10:00, na rua, na Quinta da Portela, uma zona de expansão urbanística da cidade que se encontra em construção.

O suspeito do crime entregou-se a uma patrulha da «Escola Segura» da GNR, que estava junto à escola EB 2-3 de Ceira. O jovem chegou junto aos guardas e disse que «tinha acabado de matar a namorada».

A GNR deslocou-se ao local e encontrou o corpo da jovem. No entanto, a polícia que registou a ocorrência foi a PSP, por se tratar de uma aérea da sua competência. A Polícia Judiciária foi também chamada e analisou local onde a jovem foi assassinada.

O presumível autor do crime terá atraído a vítima ao local a pretexto de uma conversa e perpetrou o homicídio usando uma faca, com que desferiu um golpe mortal no abdómen e no pescoço da jovem. A vítima é oriunda de Vila Nova de Gaia e o suspeito de Viseu. O suspeito foi ouvido ontem de tarde no Tribunal de Instrução Criminal (TIC).

Prisão preventiva para jovem homicida
A juíza do Tribunal de Instrução Criminal de Coimbra aplicou a medida de coacção mais pesada ao jovem que assassinou a ex-namorada. O homicida, que ontem baixou a cabeça à entrada para o tribunal, vai aguardar julgamento em prisão preventiva. No Instituto de Medicina Legal, familiares e amigos da vítima não esconderam a dor e a revolta.

Novas Alterações aos Códigos – (C.P. e C.P.P)


Primeira Lei sobre Política Criminal e alterações penais e de Processo Penal Códigos entram hoje em vigor.

Hoje é dia de mudanças na lei portuguesa. A política criminal e os novos códigos Penal e do Processo Penal entram em vigor. Aprofundamento das garantias processuais e maior protecção da vítima são aspectos focados e que sofreram mudanças com os novos códigos.

A primeira Lei sobre Política Criminal (LPC), que define prioridades na investigação, entra hoje em vigor, juntamente com os novos códigos Penal e do Processo Penal, cujas alterações sobre escutas, prisão preventiva e segredo de Justiça geraram polémica. O Governo considera que o novo Código de Processo Penal (CPP) prevê o aprofundamento das garantias processuais, maior protecção da vítima, simplificação de actos e aperfeiçoamento dos regimes do segredo de Justiça, das escutas telefónicas e da prisão preventiva, mas alguns magistrados do Ministério Público receiam que o novo diploma dificulte o combate e o controlo da criminalidade. Quanto à prisão preventiva, o Ministério da Justiça (MJ) explicou que os prazos são reduzidos em “termos equilibrados” e que esta passa a ser aplicável a crimes dolosos puníveis com pena de prisão superior a cinco anos (antes situava-se nos três) e em situações de terrorismo, criminalidade violenta ou altamente organizada, conceito que abrange crimes como o de associação criminosa, tráfico de pessoas, tráfico de armas, tráfico de drogas, corrupção e branqueamento de capitais. Com as novas regras para a prisão preventiva, o MJ admite que, com a entrada em vigor do CPP, cerca de duas centenas e meia de reclusos possam vir a ser soltos, mas cada processo terá que ser devidamente reapreciado pelas instâncias judiciárias.

Escutas
Relativamente às escutas telefónicas – meio excepcional de prova –, o MJ explicita que só podem ser objecto de escuta “arguidos ou suspeitos e pessoas que sirvam de intermediário e também as vítimas, com o seu consentimento, na fase de inquérito” e que, paralelamente, é reforçado o controlo pelo juiz da legalidade das escutas. Quanto à polémica sobre escutas e sua transcrição nos media, o ministro da Administração Interna, Rui Pereira, que coordenou a
Unidade de Missão para a Reforma Penal, negou já que o Governo tenha introduzido de surpresa a norma que limita transcrições de escutas na Comunicação Social. Segundo o ministro, o novo regime “não proíbe a transcrição de conversações que tenham sido lidas em audiência de julgamento, em qualquer acto público judicial ou em alguma decisão escrita [seja sentença ou acusação]”, justificando o impedimento de algumas transcrições que já não estão em segredo de Justiça com a protecção da “intimidade e reserva da vida privada”. Com o novo CPP, é também alterado o regime do segredo de Justiça, que vincula tanto as pessoas que tenham contacto directo com o processo como as pessoas que tenham tido conhecimento de elementos do processo.

Manifestação


GRANDE MANIFESTAÇÃO DE POLÍCIAS

 

Depois da reunião mantida com o ministro da Administração Interna, a 3 de Julho, em que ficou claro que não há qualquer intenção de romper com as políticas cegas de corte de direitos aos Profissionais da PSP, decidiu a ASPP/PSP, no Encontro Nacional de dia 5 de Julho, convocar uma grande manifestação, demonstrativa do sentimento geral de todos os Profissionais da PSP.

Em virtude da alteração da agenda de reuniões do Comissão Europeia, a manifestação foi adiada para dia 1 de Outubro.

Divulga e Participa!


In Memoriam – Remembering September 11, 2001

A Day Never to Be Forgotten – Um dia nunca a ser esquecido.
Fez ontem 06 anos – It made six years yesterday.

Confraria da Chanfana assinalou VI capítulo


Vila Nova de Poiares está cada vez mais na moda, utilizando a chanfana como sua bandeira promocional de excelência, como ficou no Domingo passado demonstrado pela participação no VI capítulo da confraria local.

A Confraria da Chanfana tem novos embaixadores, que prometem divulgar este prato regional pelo país e pelo mundo.

O VI Capítulo da Confraria da Chanfana voltou a colorir as ruas da vila com as cores das diversas confrarias que se fizeram representar, dos Açores ao Algarve, havendo ainda representações de Espanha, França, e Cabo Verde.

Os confrades realizaram o cortejo em desde o jardim que a autarquia fez nascer junto às piscinas municipais, em direcção ao auditório dos Bombeiros Voluntários de Vila Nova de Poiares onde houve a sessão solene, onde largas dezenas de pessoas assistiram á cerimónia de entronização de cerca de duas dezenas de novos confrades efectivos e 13 confrades de honra, onde prestaram o juramento, repetindo as frases ditas por Jaime Soares. ” No Capítulo Geral da Confraria da Chanfana, e perante o grande juiz, juro, em consciência e honra, defender pública e solenemente e em qualquer momento ou lugar a chanfana, defender as suas virtudes, salientar a sua nobreza, e promovê-la enquanto símbolo ancestral e tradicional das nossas gentes. Juro ainda exigir a sua confecção com carne de cabra, vinho tinto de qualidade, em coçoilos de barro preto, fornos tradicionais, elevá-la ao mais alto grau que o seu delicioso e inesquecível sabor lhe confere. Juro, por último, manter uma relação de fraternidade, amizade e respeito, entre todos os confrades desta ordem, com vista à defesa das tradições, costumes e produtos da nossa terra, Vila Nova de Poiares“. Feito o juramento, seguiu-se a prova, em que os novos confrades pedem para comer chanfana, seguindo depois para o pavilhão de Santa Maria onde houve degustação da chanfana, negalhos e arroz de bucho, a que se seguiu uma visita à feira de artesanato.

Chanfana de Vila Nova de Poiares
Colaboração da Confraria da Chanfana de Vila Nova de Poiares

Ingredientes:

  • carne de cabra
  • vinho tinto
  • banha de porco
  • colorau
  • louro
  • cabeças de alho
  • salsa
  • sal e piripiri.

Confecção:

Coloca-se a carne de cabra num caçoilo de barro preto e tempera-se com os ingredientes.
No final, rega-se com vinho tinto que deve ser de boa qualidade. Vai ao forno de lenha, cerca de duas a três horas e deixa-se lá ficar até apurar muito bem.

*A Chanfana é um dos pratos tradicionais mais famosos, cozinhada nos caçoilos de barro preto do Olho Marinho.

 

Escola EB 2,3 Dr. Daniel de Matos


Vão-se realizar amanhã na Escola Daniel de Matos, as Jornadas de Reflexão sob o tema “Melhorar a convivência escolar”. O encontro, que se prolonga por toda a manhã e tem início marcado para as 09H30, destina-se-a todos os pais, encarregados de educação, professores e funcionários do Agrupamento de Escolas de Vila Nova de Poiares.

As jornadas contam para as intervenções de João Amado, professor associado da Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade de Coimbra , e de Olímpia Pimentel, procuradora no Tribunal de Família e Menores de Coimbra.

Alveite terra linda


Alveite Grande que graça tem

Terra mais linda ninguém a tem

Terra de amor sem igual

Das mais belas de Portugal

 

 Alveite Grande cheia de amor e carinho é a mais bela do Centro até ao Norte e Sul.

 Nós te vimos festejar com a nossa devoção, e mostrar a todo o mundo que estás no

 nosso coração.

 Alveite Grande pois só tu podes saber, que bem unidos, tu conseguirás vencer.

 

Somos uma Aldeia de Serra

Das mais bonitas de Portugal

Nós amamos a nossa terra

Não te deixaremos fazer mal

Pensamento do dia


Se a mulher fosse uma bola:
– aos 20 anos seria uma bola de futebol, tinha 22 homens a correr atrás dela
– aos 30 anos seria uma bola de basquete, tinha 10 homens a correr atrás dela
– aos 40 anos seria uma bola de golf, tinha 1 homem a correr atrás dela
– aos 50 anos seria uma bola de ping-pong, tinha 2 homens, um a empurrar para o outro.

Horário da Poiartes 2007


Dia 07 de Setembro de 2007

 

10H00 – Animação nas ruas com o Grupo de Bombos de Santo André – Lixa

19H00 – Inauguração oficial da POIARTES 2007 – XVIII Feira Nacional de Artesanato

e da VIII Mostra de Gastronomia, com a actuação da Sociedade Filarmónica

Quiaiense.

20H00 – actuação da Bandinha da Amizade – Atouguia da Baleia

23H30 – Espectáculo com a artista ANA MALHOA

 

Dia 08 de Setembro de 2007

10H00 – Animação nas ruas com o Grupo Maribondo

15H00 – Abertura do Certame da POIARTES 2007

15H00 – Desfile dos Grupos Participantes no XIII Festival de Folclore de Vila Nova de

Poiares (ranchos)

21H00 – Actuação de Astedixie Band – Lousã

23H30 – Espectáculo com o artista ROBERTO LEAL

 

Dia 09 de Setembro de 2007

VI Grande Capítulo da Confraria da Chanfana – Organização da Confraria da Chanfana

11H00 – Desfile de CONFRARIAS

14H30 – Animação nas ruas com o Grupo Pifaradas do Álvaro Pessoa – Unhais da serra

15H00 – Abertura do Certame da POIARTES 2007

17H00 – Actuação do Grupo de Dança Moderna Quiaiense

23H30 – Espectáculo com a artista RUTH MARLENE

 

Dia 10 de Setembro de 2007

09H00 – Abertura do Certame da POIARTES 2007

09H30 – Animação nas ruas com o Grupo Maribondo

16H00 – Encerramento oficial do Certame com a atribuição de diplomas de participação

aos artesãos e expositores na POIARTES 2007

POIARTES – 2007  VILA NOVA DE POIARES

 

Mais um feito da “superatleta” portuguesa


Vanessa Fernandes campeã mundial de triatlo

Para cima de 300 mil pessoas assistiram em Hamburgo a mais um triunfo da portuguesa. Falta agora a medalha olímpica.

 

 

The image “https://i0.wp.com/acabra.net/fotografias/1229.jpg” cannot be displayed, because it contains errors.

 Vanessa Fernandes acabou ontem de se sagrar campeã do mundo de triatlo, numa prova realizada em Hamburgo, na Alemanha.

A triatleta do Benfica bateu a sua “arqui-rival” Emma Snowsil e a norte-americana Laura Bennet. Este é o primeiro título mundial de Vanessa Fernandes a quem falta apenas um título olímpico para que possa ter todos os títulos da modalidade no currículo.

Como é habitual, Vanessa Fernandes faz uma prova de trás para a frente. Saiu da água atrás das suas principais adversárias. Depois, na bicicleta subiu rapidamente à liderança, situação que não mais perdeu. Fez uma prova verdadeiramente fantástica.

Vanessa concluiu o percurso de Hamburgo de 2,5 km de natação, 40 de ciclismo e 10 de corrida em 1.53,27 horas, o tempo mais rápido desta temporada, cerca de nove minutos abaixo da marca registada nos Europeus de Copenhaga, que venceu há cerca de dois meses.

A tri-atleta portuguesa reforçou assim a liderança no ranking mundial a modalidade, a menos de um ano dos Jogos Olímpicos de Pequim.

 

PARABÉNS VANESSA


Nena & Kim Wilde – Irgendwie Irgendwo Irgendwann

My favorite videos!

UHF – Menina Estas à Janela