12ª Edição do Portugal de lés a lés, vai passar pela Lousã


Levantou-se o véu sobre a 12.ª edição do Portugal de Lés-a-Lés/Moviflor e a resposta não podia ser mais esclarecedora. A enorme adesão deixou bem claro que a inovação no evento organizado pela Comissão de Mototurismo da Federação de Motociclismo de Portugal foi bem recebida. E promete esgotar rapidamente os mil lugares previstos para a grande maratona que vai ligar, de 3 a 5 de Junho, os centros históricos de Faro e Porto, com paragem na vila-museu de Sintra.

Em tempo de 20.º aniversário, a Federação de Motociclismo de Portugal lançou o mote para o 12.º Portugal de Lés-a-Lés/Moviflor, desafiando os participantes a ligar os concelhos onde estão sedeados alguns dos motoclubes fundadores da entidade federativa. O percurso, apostado em reviver a história da FMP, será inédito na quase totalidade da extensão, mantendo a filosofia de atravessar Portugal Continental pelas estradas mais pitorescas, sempre afastado das auto-estradas, itinerários principais ou secundários. Uma aventura com inscrições (limitadas a 1000 participantes e com mais informações em http://www.fmportugal.pt) abertas a todos os motociclistas até 17 de Maio sendo que, até 21 de Março, será exclusiva para os sócios de motoclubes federados na FMP ou portadores de Cartão de Motociclista da UEM. Uma lista que conta já com os primeiros 200 inscritos, em 171 motos, que, oriundos de pontos tão variados como Lisboa e Esposende, Marinha Grande e Braga, Coimbra e Celorico de Basto, Leiria e Porto, aproveitaram a abertura das inscrições durante a apresentação oficial do 12.º Portugal de Lés-a-Lés/Moviflor para formalizar a presença.
Altura ideal, também, para desvendar o trajecto deixou no ar expressões de surpresa, sobretudo pela originalidade. Mas a inovação vai começar ainda antes das motos partirem para a estrada, com revolucionário esquema que promete tornar bem mais rápidas e cómodas as indispensáveis Verificações Técnicas e Documentais, fruto da preocupação da organização em facilitar a vida aos aventureiros no Largo de S. Francisco, em Faro.
Local de onde será dada a partida para o prólogo, ainda no dia 3 de Junho, rumo à descoberta do centro histórico de Faro, mas também da Ria Formosa, das ruínas romanas e medievais de Milreu, em Estói, cumprindo os primeiros quilómetros na serra do Caldeirão.
Estradas que acolherão os motociclistas logo no início da primeira etapa, de Faro a Sintra, com passagem pela já tradicional ribeira do Vascão e o almoço da hospitaleira vila alentejana de Cuba, onde os historiadores acreditam ter nascido Cristóvão Colombo, entre 26 de Agosto e 31 de Outubro de 1451. Paragem que antecipa a travessia das lezírias ribatejanas em direcção à vila-museu de Sintra.
Palco da chegada da etapa inicial, o magnifico centro histórico sintrense será, também, ponto de partida para a segunda jornada, marcada pela travessia de inúmeras serras, a começar pela do Socorro, seguindo pela de Montejunto, Aires e Candeeiros, Lousã (onde será recordada a importante Batalha da Foz do Arouce), Caramulo e Freita. Onde se situa a mais alta cascata de Portugal Continental e uma das mais altas da Europa, a Frecha da Mizarela, atirando o rio Caima de uma altura de 75 metros.

Por:  Salgados Mota – Portugal Lés a Lés

Programa:

5ª feira, feriado, 3 de Junho

– Das 9.00h às 14.30h: Verificações Técnicas no centro de Faro.

– horário a confirmar: Partida das equipas para o Prólogo, no centro de Faro.

– Percurso pelo Concelho de Faro (Ria Formosa, Ruinas de Mireu, Sta Bárbara de Nexe).

– 20.00h: Jantar de Boas Vindas em Faro.

6ª feira, 4 de Junho

– Madrugada: Concentração dos participantes no centro de Faro

– Início da partida das equipas, no mesmo local

– Percurso pela serra do Caldeirão e Baixo Alentejo.

– Almoço em Cuba e continuação pelo Ribatejo e Estremadura.

– 18.00h: Início da chegada das equipas no Centro Histórico de Sintra

– Jantar no concelho de Sintra

Sábado, 5 de Junho

– Madrugada: Início da partida das equipas no Centro Histórico de Sintra

– Itinerário pelas serras de Montejunto, Aires e Candeeiros

Almoço na Lousã e continuação pelas serras do Caramulo e Freita

– Final ao longo do rio Douro

– 18.00h: Início da chegada das equipas, no Centro do Porto

– Jantar final no Porto

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: