Verão Seguro


SEJA UM BANHISTA RESPONSÁVELFAÇA DAS ÁGUAS UM PORTO SEGURO!!

Nadar ou simplesmente refrescar-se nas águas do mar, ou de um rio ou piscina pode ser fonte de prazer, principalmente nos dias quentes de verão, contudo não é uma actividade isenta de riscos, por isso… PROTEJA-SE!!

O grande problema é que nem sempre reparamos nos perigos que nos podem esperar. De facto, as águas dos rios, praias ou piscinas podem ser geradoras de bem estar e saúde, contudo é importante que não se esqueçam os riscos que lhe estão associados e que podem ser desastrosos, caso não sejam adoptados alguns cuidados especiais.

Os principais riscos para os banhistas são:

– Congestão.

– Lesões na coluna decorrentes de acidentes.

– Afogamento.

Congestão…=> A digestão dos alimentos todos sabemos, leva numa pessoa saudável, cerca de 3 horas, e quanto mais alimento se ingere e mais indigesto for( e o mesmo se verifica com as bebidas alcoólicas), mais a digestão poderá alongar-se.

Se durante a digestão, entra para dentro de água, especialmente quando é muito fria, a temperatura do corpo desce e ocorre um rápido afluxo de sangue à periferia dos órgãos encarregues da digestão (onde este está a ser bastante necessário) a fim de compensar o desequilíbrio da temperatura, originando a congestão ( a digestão pára).

Lesões na coluna…=>Estas lesões graves, das quais pode resultar passar o resto da vida numa cama ou cadeira de rodas, decorrem de acidentes muitas vezes provocados por brincadeiras.

É importante não:

– Mergulhar de cabeça em zonas desconhecidas.

– Mergulhar contra o fundo, principalmente em ondas de forte rebentação.

– Saltar de penhascos, pontes ou pontões.

Afogamento… =>Mesmo o nadador mais experiente não está livre de perigo.

Para evitar o risco de afogamento um dos principais concelhos a seguir é tomar banho nas zonas indicadas, em locais sem algas ou limos, e nos locais onde a corrente não seja forte ou exista grande rebentação ou remoinhos. Não nadar para muito longe da margem ou da praia, pois, existe um cenário que se repete: inicialmente a pessoa está cheia de força, mas quanto mais se afasta mais fria está a água, os músculos arrefecem a pessoa começa a sentir-se cançada, podendo levar a uma eventual hipotermia. O problema a seguir é o regresso. Este é um dos maiores perigos e o tormento de qualquer Nadador Salvador.

06-09-03_12-41.jpg

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: